Principe Real é um bairro conhecido pelas lojas e pelos palacetes dos séculos XVIII e XIX, situado no topo de uma das colinas de Lisboa, faz fronteira com o Bairro-Alto, o bairro da Estrela, e a Avenida da Liberdade.
Princípe Real é um bairro conhecido pelas lojas e pelos palacetes dos séculos XVIII e XIX, situado no topo de uma das colinas de Lisboa, faz fronteira com o Bairro-Alto, o bairro da Estrela, e a Avenida da Liberdade.

Princípe Real

O Príncipe Real é um bairro histórico, charmoso e cosmopolita de Lisboa, tem a paisagem definida pelas praças Praça do Príncipe Real e Praça das Flores, pelos jardins, pelas lojas e pelos palacetes dos séculos XVIII e XIX. O Príncipe Real fica colado ao Bairro Alto e a poucos minutos da Avenida da Liberdade e do bairro do Chiado. Nos últimos anos têm prosperado as lojas de moda e design ao longo do bairro, nomeadamente na rua Dom Pedro V. O Príncipe Real só fica totalmente explicado quando falamos do Jardim do Princípe Real e da Embaixada. O Jardim do Princípe Real é um dos jardins mais antigos e tranquilos da cidade de Lisboa, tem árvores centenários, um chafariz, bancos de jardim, espaços ajardinados e um local único e pouco conhecido da capital portuguesa: o Reservatório da Patriarcal, um reservatório subterrâneo de água construído em 1856 e que podemos visitar atualmente. A Embaixada, localizada em frente ao Jardim do Princípe Real, é uma galeria comercial com dois andares de altura, com várias lojas de design, artesanato, moda, gastronomia e cultura portuguesa incluídas no Palácio Ribeiro da Cunha, construído no século XIX em estilo neo árabe. O bairro do Princípe Real tem alguns dos espaços de diversão noturna mais antigos e conhecidos de Lisboa, nomeadamente o Pavilhão Chinês (um bar com motivos chineses), o Foxtrot (um bar com motivos decorativos da primeira metade do século XX e de Art Nouveau), o Trumps (alternativo) e o Finalmente (alternativo). O Princípe Real é um bairro onde é possível viver, fazer negócio, visitar e divertir-se em segurança.

A Junta de Freguesia do Princípe Real é a Junta de Freguesia da Misericórdia.

Locais a visitar no Princípe Real

1. Jardim do Príncipe Real (Jardim França Borges): é um jardim histórico da cidade de Lisboa, localizado na Praça do Príncipe Real, oficialmente designado de Jardim França Borges. O Jardim do Príncipe Real é um local muito visitado por locais e turistas devido ao Jardim construído em estilo Romântico Inglês; ao Cedro do Buçaco com mais de vinte metros de altura; ao quiosque de refrescos onde é possível descansar e beber ginja, sumo ou chá e comer sopas ou aperitivos; e ao Reservatório da Patriarcal.

2. Museu Nacional de História Natural e da Ciência: é um espaço museológico com o objetivo de divulgar e ensinar sobre Botânica, Zoologia, Antropologia, Mineralogia, Geologia ou Agricultura, localizado na rua da Escola Politécnica. O edifício do Museu Nacional de História Natural e da Ciência é do estilo Neoclássico e da autoria de Pierre Joseph Pézerat. Os principais destaques são o Laboratório e Amphiteatro de Chimica da Escola Politécnica, um dos únicos laboratórios de ensino e investigação do século XIX que restam em toda a Europa; a Reserva Visitável de Química onde é possível observar mais de três mil objetos; e o Claustro onde encontramos o túmulo de Fernão Telles de Menezes (1530-1605), fotografias, mapas, uma carta manuscrita por Charles Darwin ao naturalista português Arruda Furtado e um telescópio de mesa do século XVII da autoria de Jesse Ramsden; Sala da Baleia com exemplares de peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos de Portugal.

3. Reservatório da Patriarcal: é o Museu de Água, localizado na Praça do Príncipe Real. O Reservatório da Patriarcal foi construído entre 1860 e 1864 sob orientação do engenheiro Louis Charles Mary com o objetivo de abastecer de água a zona baixa da cidade de Lisboa. O reservatório destaca-se pela dimensão,com trinta e uma colunas, abóbodas com mais de nove metros de altura e uma capacidade de reserva de água aproximada de 880 metros cúbicos. O Reservatório da Patriarcal abasteceu parte de Lisboa entre 1864 e a década de 1940, tendo sido reaberto como Museu da Água em 1994 e integrado numa estrutura com quatro pólos museológicos: 1 – Aqueduto das Águas Livres; 2 – Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras; 3 – Reservatório da Patriarcal; e 4 – Estação Elevatória a Vapor dos Barbadinhos.

4. Museu Geológico de Portugal: é um espaço onde podemos observar coleções de rochas, fósseis e minerais portugueses com aproximadamente 600 milhões de anos, localizado na Rua da Academia das Ciências no edifício do antigo Convento da Ordem de Jesus. O Museu do Instituto Geológico e Mineiro foi inaugurado em 1855 com o objetivo de criar um local onde fosse possível reunir a maior coleção de fósseis de Portugal, com principais pontos de interesse os Esqueletos de dinossauros; os Fósseis de plantas e de invertebrados; a Coleção de minerais e minérios explorados em Portugal; a Coleção de fósseis com destaque para um crânio de crocodilo datado de aproximadamente 15 milhões de anos, encontrado em Chelas, Lisboa, um esqueleto de cão doméstico com cerca de 7600 anos descoberto em Muge, no Ribatejo, e um fóssil de tronco de árvore com três milhões de anos, encontrado em Leiria; e a Coleção de Mineralogia e instrumentos de investigação com o Microscópio feito propositadamente para Sousa Brandão; a Amostra de petróleo recolhida na costa da Figueira da Foz; e a Primeira Carta Geológica de Portugal datada de 1876.

5. Jardim Botânico da Faculdade de Ciências: é um dos jardins mais importantes da cidade de Lisboa, onde é possível estudar e aprender sobre a temática da Botânica. O Jardim Botânico da Faculdade de Ciências encontra-se localizado na Rua da Escola Politécnica no edifício do Colégio Jesuíta da Cotovia, onde funcionou entre 1609 e 1759. O Jardim Botânico da Faculdade de Ciências foi inaugurado em 1873 por desejo do Conde de Ficalho (1837-1903) e de Andrade Corvo (1824-1890). Os principais pontos de interesse são as espécies de cicas oriundas do Brasil, espécies de árvores e plantas do tempo dos Dinossauros, palmeiras, figueiras e catos.

6. Palácio Bramão: é um palácio do século XVIII onde se encontra instalada a Universidade Aberta, uma instituição de ensino superior criada com o objetivo de permitir o estudo universitário de adultos, localizado na Rua da Escola Politécnica desde a inauguração em 1861. O Palácio Bramão desempenhou funções de residência da família do comerciante Rebelo de Andrade entre 1760 e 1805, edifício da Imprensa Nacional e sede da Universidade Aberta desde 1988.

7. Museu João de Deus: é um espaço dedicado ao educador João de Deus, localizado na Avenida Pedro Álvares Cabral. A Casa-Museu João de Deus foi inaugurada em 1982 com o objetivo de preservar e divulgar a obra de João de Deus. O espaço foi o local de residência e o espaço de formação a professores com o objetivo de colaborarem nas Escolas Móveis, criadas em 1852 com o objetivo de alfabetizar o povo. As Escolas Móveis foram um sucesso no país, tendo sido realizadas um total de 479 missões de alfabetização entre 1852 e 1920 a mais de 28 mil pessoas.

8. Pastelaria Cister: é uma confeitaria pastelaria histórica da cidade de Lisboa, localizada na Rua da Escola Politécnica. A Pastelaria Cister era o local onde Eça de Queiroz tomava o pequeno-almoço, refletido na decoração interior através das pinturas que representam escritores e inteletuais portugueses. Os principais destaques são as pinturas já referidas e as especialidades gastronómicas, nomeadamente Açorda de Gambas e os Rissóis de Camarão.

9. Embaixada Concept Store: é um espaço comercial com lojas de design e moda, gastronomia e artesanato. A Embaixada Concept Store encontra-se localizada na Praça do Príncipe Real no Palácio Ribeiro da Cunha, que foi inaugurado em 1879 em estilo Neo-árabe sob direção do arquiteto Henrique Carlos Afonso para ser residência de José Ribeiro da Cunha (1854-1915).

10. Mercado de Produtos Biológicos: é uma feira de legumes e frutas biológicas oriundas de todo o país, que se realiza todos os sábados entre as 9 horas da manhã e as 14 horas da tarde no Jardim do Príncipe Real desde 2005.

Outros locais a visitar Principe Real

Miradouro Príncipe Real, São Pedro de Alcântara é um parque ajardinado situado na parte Leste do Príncipe Real, no topo da encosta onde podemos disfrutar uma vista fantástica sobre a Baixa lisboeta, sobre a costa do Castelo, a Mouraria, e o rio Tejo
Miradouro Principe Real, São Pedro de Alcântara é um parque ajardinado situado na parte Leste do Princípe Real, no topo da encosta onde podemos disfrutar uma vista fantástica sobre a Baixa lisboeta, sobre a costa do Castelo, a Mouraria, e o rio Tejo
Miradouro Príncipe Real durante ao anoitecer ganha uma atmosfera romântica mais romântica, com o brilho das luzes da cidade e a vista da silhouetta da cidade de Lisboa criada pela iluminação
Mirador Principe Real ao anoitecer ganha uma atmosfera romântica mais romântica, com o brilho das luzes da cidade e a vista da silueta da cidade de Lisboa criada pela iluminação

Fundação Casa de Macau: é uma instituição com o objetivo apoiar e desenvolver as comunidades macaenses desde a criação no em 1996, localizada na Praça do Príncipe Real, a principal atração é o Centro de Documentação especializado no Extremo Oriente com aproximadamente quatro mil livros

Orpheu Caffé: é um espaço que pretende recriar o ambiente inteletual do século XIX vivido em Lisboa e que disponibiliza uma vista sobre o Jardim do Princípe Real. O Orpheu Caffé encontra-se localizado na Praça do Príncipe Real, tendo como principais destaques os Ovos Mexidos, o Prego Estrella e a vista sobre o Jardim.

Galeria de São Mamede: é um espaço que divulga a arte contemporânea portuguesa desde a inauguração no final da década de 1960 por Francisco Pereira Coutinho. A Galeria de São Mamede realiza exposições de inúmeros artistas, nomeadamente Areal, Cesariny, Cruzeiro Seixas ou Deolinda Fonseca.

Casa dos Tapetes de Arraiolos: A Casa dos Tapetes de Arraiolos é uma loja que vende tapetes de Arraiolos desde 1959 na rua da Escola Politécnica. Os Tapetes de Arraiolos são tapetes bordados a lã oriundos da vila de Arraiolos, que usam a mesma técnica desde o século XV.

Panificação Reunida de São Roque: é uma padaria que existe na Rua Dom Pedro V desde 1961, criada com o objetivo de unir várias padarias do Bairro Alto num só local. Os destaques da Panificação Reunida de São Roque são a Gastronomia através do pão e bolos; e a Realização de eventos como As Noites de Literatura Europeia.

Joalharia Antiquário Dom Pedro V: é uma ourivesaria histórica em Lisboa, das ourivesarias mais antigas do Princípe Real, em funcionamento desde o século XVIII, localizada na Rua Dom Pedro V.

Casa Amália Rodrigues

Palacete Anjos

Livraria Britanic

Pastelaria São Roque

Praça das Flores

Convento dos Cardeais

Museu Júlio Pomar

Palácio Castilho

Teatro da Politécnica

Ruas e praças principais no Principe Real

Rua Dom Pedro V: A Rua Dom Pedro V é a rua principal do Princípe Real, conhecida pelos antiquários, lojas de design e galerias de arte, faz a ligação entre a Praça do Príncipe Real, a Rua da Rosa, a Rua Luísa Todi e a Rua de São Pedro de Alcântara. A Rua Dom Pedro V é das ruas mais movimentadas da zona, uma rua sempre com muitos turistas, estudantes e locais devido à presença do Elétrico 28, dos antiquários, das galerias de arte, dos bares e dos restaurantes. A Rua Dom Pedro V adquiriu este nome desde 1853 em homenagem ao Rei Dom Pedro V (1837-1861), um Rei muito popular junto do povo devido à construção do Hospital Dona Estefânia em 1860, pela proibição de infligir castigos corporais, pela abolição da escravatura, pela criação do Curso Superior de Letras em 1859, pela inauguração do Observatório Astronómico em 1861, pela construção do Caminho-de-Ferro em 1856, o Telégrafo em 1855 e pela realização da Primeira Exposição Industrial Portuguesa.

Rua da Escola Politécnica: é uma rua que faz a ligação entre a Praça do Príncipe Real e o Largo do Rato, é muito movimentada devido as atracções, nomeadamente o palácio da Procuradoria Geral da República, a Galeria de São Mamede, o Largo de São Mamede, a Escola Politécnica, a Casa dos Tapetes de Arraiolos, a Imprensa Nacional ou o Museu Nacional de História Natural e da Ciência. A Rua da Escola Politécnica ganhou este nome em 1859 como homenagem à Escola Politécnica. Outras ruas com ligação ao Largo do Rato são:

  • rua do Salitre: Rato -> Av. Liberdade
  • Largo do Rato -> Amoreiras

Praça da Alegria: foi nomeada a partir de 1889, anteriomente teve várias designações, nomeadamente Praça Alfredo Keil e Praça do Suplício por ter sido o local onde Isabel Xavier Clesse foi enforcada no dia 31 de Março de 1771 por sentença devido ao crime de ter atentado contra a vida do marido com um clister de água-forte.

Lojas Históricas no bairro do Príncipe Real

Casa Achilles: é a única loja em Lisboa que cria reproduções por molde em liga de cobre. A loja encontra-se localizada na Rua de São Marçal.

Pavilhão Chinês: é uma das lojas históricas do Príncipe Real mais procurada para a diversão noturna. O espaço foi inaugurado em 1901 como antiquário e transformado no bar atual em 1986. O Pavilhão Chinês Chinês encontra-se localizado na Rua Dom Pedro V

Príncipe Real Enxovais: é uma loja histórica dedicada a vender produtos portugueses, nomeadamente bordado manual da Madeira, as rendas de Bilro de Viana do Castelo, as colchas de Castelo Branco ou os lenços de namoro do Minho. A loja Príncipe Real Enxovais encontra-se localizada na Rua da Escola Politécnica

Pérola de São Mamede: é uma loja tradicional de Lisboa que mantém as caraterísticas das mercearias onde é possível comprar produtos alimentares portugueses, onde existe uma balança mecanica antiga para pesar os alimentos vendidos a granel e onde todos se conhecem. A Pérola de São Mamede encontra-se localizada na Rua Nova de São Mamede.

Transportes e Acessos ao Principe Real:

Elevador da Glória é um bonde que faz o percurso inclinado entre a Avenida da Liberdade e a entrada do Príncipe Real e Bairro Alto. É um dos vários elevadores tradicionais ainda em atividade na cidade de Lisboa
Elevador da Glória é um bonde que faz o percurso inclinado entre a Avenida da Liberdade e a entrada do Princípe Real e Bairro Alto. É um dos vários elevadores tradicionais ainda em atividade na cidade de Lisboa

Os transportes disponíveis no Príncipe Real são:

  • Ascensor da Glória: é um elevador funicular que faz o transporte dos passageiros por uma rua de inclinação acentuada desde a Avenida da Liberdade até à entrada do Principe Real e Bairro Alto. O Ascensor da Glória é um dos vários elevadores tradicionais ainda em atividade na cidade de Lisboa. Atualmente os elevadores funiculares são muito procurados pelos turistas, que procuram experienciar o transporte num veículo tradicional da cidade. As sensações são várias, uma vez que o transporte é acompanhado pelos ruidos da estrutura em ferro a circular em cima de carris de ferro, com a propoção eletrica alimentada ao topo da carruagem através de cabos fixos a postes de rua.
  • Elétrico 24
  • Metropolitano: Estação de Metro do Rato (Linha Amarela)

Estabelecimentos de Ensino no Princípe Real

  • Escola de Santa Teresa do Menino Jesus
  • Instituto Superior de Comunicação Empresarial (ISCEM)
  • Universidade Aberta

Instituições de Saúde

  • Clínica Dentária do Principe Real

Parques de Estacionamento no Príncipe Real:

  • Parque da Rua Politécnica
  • Parque da Rua do Salitre
  • Parque da Rua de São Bento
  • Táxis e autocarros

Empreendimentos Turísticos no Príncipe Real

  • Casa do Príncipe
  • Hotel Principe Real
  • Memmo Príncipe Real
  • The Vintage House

Locais onde fazer compras no Príncipe Real

  • Amélie au Théâtre
  • B.S.Mamede
  • Casa dos Tapetes de Arraiolos
  • Embaixada Concept House
  • Espaço B
  • J Andrade Antiguidades
  • Maison Nuno Gama
  • Manuel Castilho Antiguidades
  • Moskkito
  • Peixaria Centenária
  • 21PR Concept Store
  • REAL Show Retail Concept
  • Solar
  • YOYO Objects

Feiras, Festas e Romarias no Príncipe Real:

  • Feira de Produtos Biológicos do Príncipe Real: também conhecido por Mercado Biológico do Príncipe Real, realiza-se semanalmente todos os Sábados entre as 09:00 e as 15:00 no Jardim do Príncipe Real
  • Try Fest: festival de música eletrónica e de arte urbana que se realiza anualmente no Picadeiro do Príncipe Real em Maio

Localização da Freguesia de Misericórdia (Príncipe Real) no mapa de Lisboa

Localização da freguesia da Misericórdia no mapa de Lisboa
Localização da freguesia da Misericórdia no mapa de Lisboa
Back to Top
error: