Aveiro, conhecida como “A Veneza de Portugal” devido aos canais, às pontes, e aos barcos moliceiros...

Aveiro, conhecida como “A Veneza de Portugal” devido aos canais, às pontes, e aos barcos moliceiros…

Aveiro

A cidade de Aveiro é conhecida como sendo “A Veneza de Portugal” devido ao grande número de canais, pontes, aos moliceiros, barcos típicos da região e à sua Ria. É uma cidade portuguesa localizada no litoral Oeste de Portugal, tem como limite a Norte o distrito do Porto, a Leste o distrito de Viseu, a Sul o distrito de Coimbra e a Oeste o Oceano Atlântico. Esta cidade atlântica fica a uma distância de cerca de 68 kms da cidade do Porto e a 243 kms de Lisboa. Aveiro é uma cidade ligada ao mar, e tem verificado um rejuvenescimento da sua população desde a criação da Universidade de Aveiro.
Aveiro foi elevada à categoria de vila no século XIII, começando a desenvolver-se à volta da Igreja de São Miguel, situada na atual Praça da República. O rei português D João mandou erguer muralhas que acabaram por ser demolidas, e as suas pedras aproveitadas para construir um molhe litoral, para proteção da violência do oceano. Esta cidade recebeu o privilégio de realizar uma feira Franca em 1434, que ainda acontece atualmente, sendo conhecida como feira de Março. Aveiro foi elevada à categoria de cidade em 1759 pelo rei de Portugal D José I.
Aveiro esteve sempre relacionada com a produção de sal, à pesca e ao comércio marítimo desde a Idade Média. Esta cidade começou a crescer a partir do século XV com o início dos Descobrimentos. Aveiro foi dos principais portos envolvidos na pesca do bacalhau durante o regime ditatorial de Oliveira Salazar durante do século XX.

Principais atrações a visitar em Aveiro

  • Salinas de Aveiro: são o local de exploração de sal de Aveiro, num sistema de sapais com ilhas, que proporcionam um habitat de grande diversidade para aves e outros organismos aquáticos. As salinas são um ponto de grande importância histórica para a cidade Aveiro, sendo atualmente um dos grandes pontos de atração turística da cidade e região.;
  • Praia da Costa Nova: é a uma praia de grande qualidade, situada a sul da ponte da Barra, com frente oceânica, com várias infraestruturas, nomeadamente zona urbana, vários restaurantes, recintos desportivos para ténis e futebol, o "Clube de Vela da Costa Nova", escolas de surf, paddle surf, kitesurf, e canoagem, e uma frente ribeirinha para o canal de Mira da ria de Aveiro. A praia é atravessada por uma ciclovia que liga às praias de Ponte da Barra à Praia da Barra e à Praia da Vagueira.;
  • Praia da Barra: é a praia situada a norte da praia da Costa Nova, onde encontramos o Farol de Aveiro, construído no século XIX, é o maior farol de Portugal com 62 de altura, alcance luminoso de 23 milhas náuticas em condições normais de transparência atmosférica, incluído nos 26 maiores faróis do mundo, e uma das grandes atrações de Aveiro, aberto ao público todas as quartas-feiras das 14H00 às 17H00.;
  • Paredão da Barra: é o paredão com um caminho pedonal que vai desde a praia do pParedão da Barra (antiga praia Velha) até ao farol de Aveiro do molhe sul.;
  • Praia de São Jacinto: é a praia situada a norte da foz do rio Vouga, uma praia com menos afluência devido ao acesso distante das povoações principais. Apesar da praia de São Jacinto estar fisicamente perto de Aveiro, o acesso é feito através da estrada nacional 327 desde Ovar. Perto desta praia encontramos a pequena povoação piscatória de São Jacinto frente à ria de Aveiro, com uma base aérea e pouco comércio, e o parque de campismo de São Jacinto.;
  • Ostraveiro Marinha Passagem: é uma atração turística da ria de Aveiro com passeios de barco, visitas guiadas à produção das ostras, e degustação de ostras produzidas na ria de Aveiro;
  • Reserva Natural das Dunas de São Jacinto: é um parque natural destinado à proteção de habitats, flora e fauna selvagens, constituído por um cordão dunar que separa as águas salgadas do oceano atlântico e as águas salobras do rio Vouga, muito procurada para observação de aves. Aqui encontramos a Mata de São Jacinto, a Pateira e as dunas, uma das riquezas ecológicas e paisagísticas desta região;
  • Pateira de Frossos: é um caminho no parque natural das Dunas de São Jacinto na ria de Aveiro, local procurado para a observação de aves;
  • Museu de Aveiro no Mosteiro de Jesus: é um museu com exposição de arte sacra instalado no antigo mosteiro da Ordem Dominicana feminina, construído no século XV, classificado como Monumento Nacional desde 1910;
  • Parque Dom Pedro Infante: é um parque arborizado na cidade de Aveiro que rodeia um lago, com parque infantil, casa de chá, monumentos, e áreas de passeio;
  • Beira Mar – Jardim do Rossio: é um parque no centro da cidade de Aveiro onde podemos fazer passeios nos Moliceiros, os barcos tradicionais da ria de Aveiro;
  • Os canais de Aveiro: a cidade de Aveiro tem uma rede de canais que atravessam toda a cidade e chegam até à Ria, com três canais principais: o Canal de São Roque: é o canal central da cidade, navegável de Moliceiro entre o Jardim do Rossio e a Praça General Humberto Delgado de Aveiro, limita a cidade de Aveiro a Noroeste e separa-a das salinas. A partir deste canal podemos observar os edifícios de Arte Nova, o Mercado do Peixe, o bairro da Beira-Mar e o Museu de Aveiro; o canal dos Santos Mártires: que percorre a cidade para Sudoeste, e o canal das Pirâmides: chama-se assim por ter duas pirâmides no seu início.

Outras atrações a explorar em Aveiro

  • Museu Maritímo de Ílhavo: é um museu criado a 1937, ampliado em 2001 para o atual edifício com uma exposição permanente relacionada com memórias do trabalho no mar, a cultura e a identidade marítima portuguesa;
  • Ponte Laços de Amizade: é uma das pontes pedonais de Aveiro decorada com milhares de fitas coloridas, batizada a partir de uma ideia criada pelos alunos da universidade de Aveiro, que consiste em laços colocados por duas pessoas em símbolo da amizade;
  • Ponte dos Carcavelos: é uma ponte pedonal do canal de São Roque de onde podemos apreciar o por do sol sobre as salinas de Aveiro;
  • Ponte Pedonal Circular: também conhecida como Ponte do Laço, é uma ponte de arquitetura moderna que permite a circulação pedonal ou de bicicleta, composta por um círculo com 26m de perímetro, que une as quatro margens dos canais em Aveiro;
  • Navio-Museu Santo André: é um polo do Museu Marítimo de Ílhavo instalado num antigo navio da frota portuguesa do bacalhau construído em 1948 e desmantelado em 1997, onde podemos visitar e conhecer as como são realizadas as pescarias do arrasto do bacalhau;
  • Workshop de Ovos Moles de Aveiro: é uma atividade proporcionada por uma empresa local, com o intuíto de promover a gastronomia local da doçaria de Ovos, uma especialidade de Aveiro que consiste num doce regional com origem nos conventos católicos no século XVI, composto por uma massa de ovo e açucar coberto por uma bolacha fina.;
  • Ecomuseu Marinha da Troncalhada: é um ecomuseu onde podemos conhecer métodos de produção artesanal do sal;
  • Jardim Oudinot: é um parque litoral situado ao longo do canal de Mira com um ancoradouro de recreio, parques infantis, parque de merendas, campos desportivos de futebol, basquetebol, e tenis, muito procurado para caminhadas e passeios de bicicleta;
  • Marinha da Noeirinha: é uma das antigas salinas localizadas na Beira Mar de Aveiro, com um edifício de madeira em forma de pirâmide de sal, com uma loja museu onde encontramos centenos de anos de história relacionados com a produção de sal artesanal;
  • Lancha "Praia Costa Nova": é um barco museu gerido por entidades privadas que faz um percurso turístico alargado pela ria de Aveiro, proporcionando apreciar a paisagem da ria de um modo mais;
  • Capela de São Gonçalinho: é uma capela construída em 1714, classificada pelo IPPAR em 2003 como Imóvel de Interesse Público;
  • Igreja da Misericórdia de Aveiro: é uma igreja construída no século XVII, com uma fachada revestida a azulejos;
  • Forte da Barra de Aveiro: é um forte situado na foz do rio Vouga, que nunca teve qualquer função militar devido ao assoreamento da linha de costa. O forte da Barra de Aveiro está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1974.;
  • Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro: é uma parceria entre a Universidade de Aveiro e o Centro de Ciência Viva em Portugal, com objetivo de promover a divulgação da cultura científica e tecnológica;
  • Lugar dos Afetos: é um parque temático didático dedicado às emoções, com origem no projeto de vida da médica e escritora Graça Gonçalves, inspirada na Natureza e nos sentimentos humanos;
  • Cais da Ribeira de Esgueira: é cais onde encontramos um ponto de observação de aves, junto ao passadiço da ria de Aveiro, local de passeios pedonais;
  • Sé Catedral de Aveiro (Igreja de São Domingos): é a sede da diocese de Aveiro, igreja classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1996;
  • Casa do Major Pessoa: também conhecida por Museu Arte Nova, é um museu instalado num edifício de arquitetura em estilo Art nouveau, classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1997. O interior podemos visitar a uma casa do Chá e sala de Música, contudo é o exterior do edifício que atrai a maioria dos visitantes;
  • Fórum de Aveiro: centro comercial aberto e integrado na paisagem natural da cidade. Inclui restaurantes, lojas, cinemas, livrarias e parque de estacionamento subterrâneo. Este espaço comercial é construído inspirado no antigo fórum Romano;
  • Universidade de Aveiro: fundada em 1973, é um importante polo de desenvolvimento tecnológico em Portugal. A Universidade está localizada no Campus Universitário de Santiago;

Situação geográfica de Aveiro

O distrito de Aveiro está dividido em 19 concelhos:

  1. Águeda
  2. Albergaria-a-Velha
  3. Anadia
  4. Arouca
  5. Aveiro
  6. Castelo de Paiva
  7. Espinho
  8. Estarreja
  9. Ílhavo
  10. Mealhada
  11. Murtosa
  12. Oliveira de Azeméis
  13. Oliveira do Bairro
  14. Ovar
  15. Santa Maria da Feira
  16. São João da Madeira
  17. Sever do Vouga
  18. Vagos
  19. Vale de Cambra

O distrito de Aveiro é banhado pelos rios Antuã, Caima, Cértima, Frades, Arda, Boco e Arões. A paisagem de Aveiro é dominada pela Ria de Aveiro. A Ria de Aveiro inclui um estuário, bancos de areia, lagoa de água doce, a Reserva Natural das Dunas de São Jacinto, flora e fauna de grande variedade. Os terrenos da Ria permitem o cultivo do arroz e do milho. Podemos visitar a ria de Moliceiro, um barco tradicional da região antigamente destinado ao transporte de sal. Atualmente o barco Moliceiro é uma atração turística. Em Aveiro encontramos as serras de Moldes, de São Pedro Velho e a serra do Arade, e uma costa litoral de praias com cerca de 40 kms de extensão.

Locais a visitar perto de Aveiro

Arouca

Arouca: é uma vila sede de concelho, localizada no distrito de Aveiro, situada em plena Bacia Hidrográfica do rio Douro. O concelho de Arouca está subdividido em 16 freguesias: Alvarenga; Arouca e Burgo; Cabreiros e Albergaria da Serra; Canelas e Espiunca; Chave; Covelo de Paivó e Janarde; Escariz; Fermedo; Mansores; Moldes (Arouca); Rossas; Santa Eulália; São Miguel do Mato; Tropeço; Urrô; e Várzea.
Em Arouca destacamos o Mosteiro de Arouca, a Ponte do rio Paiva, os Passadiços do Paiva, o Geoparque Arouca e as praias fluviais da Albergaria, Areinho, Espiunca, Janarde, Meitriz, Paradinha e Vau. A gastronomia desta localidade tem como especialidades a carne arouquesa e os doces conventuais.

Castelo de Paiva

Castelo de Paiva: é uma vila sede de município subdividido nas 6 freguesias de: Fornos, Raiva, Pedorido e Paraíso, Real, Santa Maria de Sardoura, São Martinho de Sardoura, Sobrado e Bairros. Esta zona do distrito de Aveiro é profundamente marcada pela beleza paisagística dos rios Douro, Paiva, Arda e Sardoura. Em Castelo de Paiva destacamos a proximidade ao rio Douro, o miradouro de Catapeixe e o ambiente de natureza em estado puro.

Espinho

Espinho: é uma cidade situada no distrito de Aveiro, com as quatro freguesias de: Anta e Guetim, Espinho, Paramos, e Silvalde. limitada a Norte com Vila Nova de Gaia. Em Espinho há a destacar as ruínas de Castro de Ovil, a Igreja Matriz, o Casino de Espinho e a sua zona central decorada com calçada portuguesa. Em Espinho encontramos cerca de 8 kms de praias com condições ideais para surf, kitesurf e bodyboard. As praias de Espinho são palco regular de campeonatos Europeus de Voleibol de Praia, de Surf e de Bodyboard. As principais praias de Espinho são: praia Azul, praia da Baía, Costa Verde, praia de Marbelo, praia de Paramos, praia Pop, praia Seca, praia de Sereias e a praia Silvalde.

Mealhada

Mealhada: é uma cidade localizada no Sul do distrito de Aveiro, é um dos mais significativos centros urbanos da sub-região vinícola da Bairrada. A Mealhada é muito conhecida pelos restaurantes com especialidade de "leitão assado à Barrada" e como a localidade da “Água, o Pão, o Vinho e o Leitão – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada", uma marca criada e registada pelo município em 2007. Na localidade da Mealhada destacamos a Capela de Sant'Ana, o Centro da Mealhada, a Mata Nacional do Buçaco, as Termas do Luso, o Parque da Cidade e o Casino do Luso. A Mealhada está dividida nas 6 freguesias de: Barcouço; Casal Comba; Luso; Mealhada, Ventosa do Bairro e Antes; Pampilhosa; e Vacariça.

Ovar

Ovar: é uma cidade sede de um município dividido nas 5 freguesias de: Cortegaça; Esmoriz; Maceda; União das Freguesias de Ovar, São João, Arada e São Vicente de Pereira Jusã; e Válega. Quando passeamos em Ovar podemos observar muitos edifícios com as fachadas decoradas a azulejo, o que originou o nome pelo qual a cidade de Ovar é conhecida "Cidade Museu do Azulejo". Ovar destaca-se pelo grande valor ecológico, devido ao mar, à floresta e à ria, com desenvolvimento de muitas atividades relacionadas ao turismo e lazer. Além da natureza, em Ovar podemos visitar o Museu e Casa de Júlio Dinis, os Passos de Ovar, a Capela de Nossa Senhora do Bom Sucesso, o Parque Ambiental do Buçaquinho, a Praia do Furadouro, a Praia de Cortegaça, Praia da Barrinha, Praia de São Pedro de Maceda, Praia do Torrão do Lameiro e a Praia Fluvial do Areinho. Ovar é conhecida pelo seu Carnaval tradicional, e pelo pão-de-ló de Ovar, um ex-libris da gastronomia da cidade.

Gastronomia de Aveiro

A gastronomia de Aveiro reflete a variedade e sabores únicos e resultado de sabedoria milenar passada de geração em geração.
Aveiro inclui especialidades como:

  • Caldeirada de Petinga;
  • Caldeira de Enguia;
  • Carneiro à Lampantana;
  • Chouriço com grelos;
  • Enguias de Escabeche;
  • Espetadas de Mexilhão;
  • Leitão à Bairrada;
  • Pão de Vale de Ílhavo;
  • Raia em Molho Pitau;
  • Regueifa;
  • Rojões;
  • Vitela Assada.

Festas de Aveiro

Aveiro tem várias festas e romarias importantes, nomeadamente:

  • Cortejo de Entrega dos Ramo e a Festa de São Gonçalinho: realiza-se em Janeiro
  • Festas da Ria: realiza-se em Julho ou Agosto conforme as marés
  • Festas da Cidade: realiza-se no feriado municipal a 12 de Maio e inclui uma a Procissão da Padroeira Santa Joana Princesa

Artesanato de Aveiro

O artesanato de Aveiro inclui produtos e tradições típicas, nomeadamente:

  • os trajes folclóricos;
  • a cerâmica;
  • a latoaria;
  • trabalhos em madeira;
  • trapos;
  • rendas;
  • bordados;
  • cestaria;
  • cangas pintadas;
  • miniaturas de barcos de Estarreja;
  • tapetes e barcos de Murtosa.

Economia da região de Aveiro

Aveiro tem como produções agrícolas mais importantes cereais, frutas, legumes e vinhos. É nesta região que se encontra a Região Vinícola da Bairrada. Aveiro tem uma rica produção pecuária, nomeadamente a raça bovina e os laticínios.

O distrito de Aveiro representa 6.7% do total das empresas que existem em Portugal, e a sua produção atinge os 5.7%, um valor só superado por Lisboa e Porto. No distrito de Aveiro os setores dominantes da economia são a indústria transformadora e o comércio com 50% e 32% respetivamente do volume de negócios da região. O setor das pescas ainda tem alguma importância na economia desta região, representando 19% do total das vendas.

O distrito de Aveiro tem como atividades de maior importância os setores tradicionais, nomeadamente a metalomecânica, a indústria química, a madeira e a cortiça. Com o aparecimento da Universidade de Aveiro a região de Aveiro teve um desenvolvimento muito forte relativamente a bens e produtos componente tecnológica, com uma vocação exportadora.

Factos rápidos sobre Aveiro

O nome "Aveiro" tem origem em "ave", devido ao grande número de aves que existem na região

  • População cidade: cerca de 79 mil habitantes
  • População distrito: cerca de 715 mil habitantes
  • Área: 197.58 km2
  • Região: Centro de Portugal
  • Distrito: Aveiro
  • Antiga Província: Beira Litoral
  • Feriado Municipal: 12 de Maio
  • Praias: 5 praias em Aveiro
    • praia da Barra;
    • praia da Costa Nova;
    • praia de Espinho;
    • praia do Furadouro;
    • praia da Torreira.
  • Termas: 1 (Termas da Cúria)
Back to Top
error: