Cascais é uma vila portuguesa conhecida pelo exotismo, romantismo, glamour e charme, conhecida pelo desporto, e por um estilo de vida saudável e jovem, considerada pelo City Brand Ranking em 2016 como a segunda melhor cidade para viver, visitar e para fazer negócios em Portugal
Cascais é uma vila portuguesa conhecida pelo exotismo, romantismo, glamour e charme, conhecida pelo desporto, e por um estilo de vida saudável e jovem, considerada pelo City Brand Ranking em 2016 como a segunda melhor cidade para viver, visitar e para fazer negócios em Portugal

Cascais

Cascais é uma vila portuguesa charmosa conhecida pela qualidade de vida, considerada em 2016 como a segunda melhor cidade para viver, visitar e para fazer negócios em Portugal de acordo com o City Brand Ranking. Cascais faz parte do distrito da grande Lisboa, é uma mistura perfeita entre a natureza em estado puro e o glamour, é o local ideal para passar umas férias de aventura ou em família. Cascais tem mais de 300 dias de sol por ano. Cascais é uma localidade conhecida pelo exotismo, romantismo, glamour, charme que transmite a quem lá reside e visita. É uma vila cheia de história e de estórias contadas pelas gentes que lá vivem desde há gerações, conhecida pelas competições desportivas nas mais variadas práticas desportivas, especialmente Golf, Ténis, Vela e Regata, Hipismo ou Equitação, no Surf, Automobilismo – Automóveis Clássicos, Desportivos e Motociclismo. Cascais oferece excelentes condições para a prática desportiva ao ar livre através da existência de ciclovias, passeios pedestres e marinas. A atividade cultural e o cosmopolitismo são imagens de marca desta vila portuguesa, visível nas várias festas que se realizam ao longo do ano, tal como a realização de eventos internacionais e conferências sobre as mais variadas temáticas, nomeadamente as Festas do Mar, a Procissão de Nossa Senhora dos Navegantes ou o Estoril Film Festival. Cascais é considerada a Riviera de Portugal, juntamente com o Estoril e Sintra.
Cascais é sinónimo de estilo de vida saudável de alta qualidade.

Localização de Cascais e distâncias

A vila de Cascais encontra-se separada de Lisboa por 1 autoestrada e uma estrada litoral frente mar com um percurso de aproximadamente 20 minutos de Lisboa por carro, 45 minutos de comboio. Está a 20 minutos de Sintra e duas horas e meia de distância de avião das principais capitais europeias, nomeadamente Londres, Paris, Madrid ou Roma, a oito horas e trinta minutos de Nova Iorque e a cinco horas e trinta minutos de Moscovo. Cascais faz fronteira com Sintra a norte, o Oceano Atlântico a sul e a ocidente e Oeiras a oriente. Cascais está localizada a aproximadamente meia-hora de Lisboa e do Aeroporto Internacional de Lisboa Humberto Delgado.

Atrações a visitar em Cascais (top 10)

1. Baía de Cascais ![(38.696908, -9.420042)]: A Baía de Cascais é o local de abrigo para navios desde o tempo dos Fenícios, é um dos locais mais bonitos da vila de Cascais, com vários elementos ao longo da baía, nomeadamente a marina, a praia, palacetes e praças. Banhada pelo oceano Atlântico, a baía encontra-se rodeada de restaurantes, lojas, hotéis, esplanadas. Os edifícios que mais se destacam na envolvente da baía de Cascais são a Câmara Municipal de Cascais, o Palácio de Seixas (atual Capitania de Cascais), a Lota de Cascais e o Hotel Baía, a Praia dos Pescadores. Durante todo o ano é possível observar os barcos de pesca tradicional ancorados ao longo da baía. A baía de Cascais foi em tempos o primeiro porto onde se aportava antes de entrar em Lisboa.

Cascais fica situada frente ao oceano Atlântico, na foz do rio Tejo, protegida por uma baia natual ideal para a prática de vela
Cascais fica situada frente ao oceano Atlântico, na foz do rio Tejo, protegida por uma baia natual ideal para a prática de vela

2. Marina de Cascais ![(38.692156, -9.419183)]: localizada na baía de Cascais, a marina é um porto de abrigo com capacidade para 650 embarcações, sendo a terceira maior marina de Portugal. A marina de Cascais foi inaugurada em 1995, tem como principais serviços náuticos um pórtico de 70 toneladas, uma grua de 3 toneladas, uma rampa, lavagens de fundo, reboques, estacionamento em seco. A marina de Cascais recebeu eventos internacionais da importância do Campeonato do Mundo de Vela ISAF 2007 ou a America’s Cup World Series Cascais 2011.
O Clube de Vela de Cascais está situado ao lado da marina, com eventos regulares de regatas nacionais e internacionais nas mais variadas classes, com maior afluencia de classes Optimist, Laser, Dragon, SB20 entre outras.

3. Parque Marechal Carmona ![(38.692996, -9.422857)]: o Parque Marechal Carmona foi inaugurado durante a década de 1940, contudo já era frequentado como local de diversão desde o século XVI. O parque integrava a estrutura do Palácio Condes Castro Guimarães. Foi aberto ao público em 1944 e recebeu o nome oficial de Parque do Gandarinha. O Parque Marechal Carmona apresenta vastos espaços verdes, árvores de grande porte, aves, a Ribeira dos Mochos, lagos, parque de merendas, campo de jogos tradicionais, uma biblioteca infantil e juvenil, um restaurante, um parque infantil e o Mercado Biológico de Cascais que se realiza todos os sábados.

4. Casa da Guia ![(38.695611, -9.442950)]: Casa da Guia é um local comercial ao ar livre envolvido por espaços verdes, com esplanadas frente ao mar, localizado a meio caminho da Boca do Inferno e do Guincho, é muito procurado para passar o tempo, frequentar os restaurantes, apreciar o espaço de lazer ou desporto de caminhadas. Neste local é possível observar as estufas, o Oceano Atlântico, o Farol de Santa Marta, com uma vista panoramica que se prolonga até Lisboa. A Casa da Guia vários espaços de restaurantes, lojas e um anfiteatro romano.

Casa da Guia em Cascais é um espaço comercial ao ar livre, frente ao oceano. Aqui vai encontrar um ambiente único criado por uma vegetação de pinheiros sobre uma falásia sobre o mar, com um caminho protegido frente ao mar, com restaurantes e esplanadas onde podemos apreciar uma vista panoramica sobre o oceano, e pequenas lojas de comércio.
Casa da Guia em Cascais é um espaço comercial ao ar livre, frente ao oceano. Aqui vai encontrar um ambiente único criado por uma vegetação de pinheiros sobre uma falásia sobre o mar, com um caminho protegido frente ao mar, com restaurantes e esplanadas onde podemos apreciar uma vista panoramica sobre o oceano, e pequenas lojas de comércio.

5. Guincho ![(38.732042, -9.472418)]: O Guincho é uma praia e um parque natural situado a norte da vila de Cascais, o nome Guincho significa espécie de gaivota (larus ridibundus) comum na costa portuguesa, branca e acizentada, com a cabeça castanha no Verão. O nome desta região tem origem muito provavelmente na abundância desta espécie de gaivotas. A praia do Guincho é o cenário ideal para a prática do Surf, Kitesurf e Windsurf devido aos fortes ventos que ali existem durante todo o ano. O Guincho encontra-se localizado entre a Serra de Sintra e a vila de Cascais, é o local onde se realizam importantes eventos desportivos, nomeadamente o Campeonato Nacional de Surf e Bodyboard e o Campeonato do Mundo de Surf. A zona também conhecida pelos restaurantes de grande qualidade que oferece, especialmente o Porto de Santa Maria, Os Prazeres da Carne ou o Furnas do Guincho.

Guincho é uma praia e um parque natural situado a norte da vila de Cascais cenário ideal para a prática do Surf, Kitesurf e Windsurf devido aos fortes ventos que ali existem durante todo o ano
Guincho é uma praia e um parque natural situado a norte da vila de Cascais cenário ideal para a prática do Surf, Kitesurf e Windsurf devido aos fortes ventos que ali existem durante todo o ano
A envolvente da praia do Guincho é composta por uma paisagem de dunas, vegetação rasteira que mistura com os pinheiros da encosta e da serra
A envolvente da praia do Guincho é composta por uma paisagem de dunas, vegetação rasteira que mistura com os pinheiros da encosta e da serra

6. Casino do Estoril e Jardins ![(38.708095, -9.397044)]: O Casino do Estoril é o casino de glamour da avenida Marginal, localizado a meio caminho de Lisboa e Cascais é um dos casinos mais antigos do país. O Casino do Estoril destaca-se dos demais por ser um grande impulsionador da cultura, da arte e do espectáculo em Portugal. Apresenta como grandes destaques o Salão Preto e Prata com capacidade para aproximadamente mil pessoas, um grande auditório para 350 espectadores, uma das mais prestigiadas galerias de arte do país, um foyer panorâmico, a sala de jogos com roleta, blackjack, caribbean stud pocker, banca francesa, mais de 700 slot machines e os jardins exteriores.
Os Jardins do Casino do Estoril merecem uma referência especial por ser um local de grande beleza e onde se realizam inúmeras actividades culturais e de lazer ao longo ano, nomeadamente o European Street Food Festival, o Meo Music Kids Festival ou o Estoril Classic Week. Os Jardins do Casino do Estoril apresentam várias zonas relvadas, fontes, árvores e lagos.

7. Boca do Inferno ![(38° 41′ 16.79″, -9° 25′ 31.19″)]: Boca do Inferno é uma zona litoral de escarpa natural localizada próximo de Cascais, destaca-se devido à existência de grutas marítimas. A Boca do Inferno é uma zona de rochas junto ao oceano Atlântico que foi originada pela erosão do oceano nas rochas. É designada Boca do Inferno devido à força do mar e à intensidade do vento em dias de Inverno. Para além da beleza natural, é possível experimentar a gastronomia de Cascais no restaurante local, ou num dos quiosques de merendas. No local onde anteriormente existia uma pequena capela usada pelos pescadores para orar antes de irem para o mar, existe agora uma pequena loja de recordações relacionados com a vida marítima, especialmente conchas e búzios.

8. Borboletário ![(38.696277, -9.345895)]: localizado no Parque Urbano da Quinta de Rana é um local único onde é possível aprender sobre a vida e evolução das borboletas e quais são as várias espécies que existem em Cascais

9. Espaço Memória dos Exílios: ![(38.703583, -9.396261)]: Espaço Memória dos Exílios é um espaço que disponibiliza a história da presença judaica no Estoril e em Cascais entre 1936 e 1962, localizado no edifício dos Correios em São João do Estoril. As coleções principais estão relacionadas com a Guerra Civil de Espanha (1936-1939), Segunda Guerra Mundial (1939-1945) e Holocausto, Exílios, Judeus e Estado Novo.

10. Bairro dos Museus:

Casa das Histórias Paula Rego ![(38.694689, -9.423544)]: a Casa de Histórias Paula Rego é um edifício de arquitetura contemporânea projetada pelo arquiteto Eduardo Souto Moura com o objectivo de divulgar e promover a obra da artista Paula Rego, inaugurada em Setembro de 2009. A coleção exposta é composta por mais de 620 obras. O museu disponibiliza uma loja, um auditório, um serviço educativo e uma cafetaria.

Casa de Histórias Paula Rego é um edifício de arquitetura contemporânea em Cascais projetada pelo arquiteto Eduardo Souto Moura com o objectivo de divulgar e promover a obra da artista Paula Rego, com uma exposição de mais de 620 obras da artista
Casa de Histórias Paula Rego é um edifício de arquitetura contemporânea em Cascais projetada pelo arquiteto Eduardo Souto Moura com o objectivo de divulgar e promover a obra da artista Paula Rego, com uma exposição de mais de 620 obras da artista

Museu do Mar Rei Dom Carlos ![(38.695250, -9.423163)]: o Museu do Mar Rei Dom Carlos tem por objectivo a divulgação da biodiversidade marítima e dos problemas ambientais dos oceanos, foi inaugurado no dia 7 de Junho de 1992 no edifício do antigo Sporting Club de Cascais. O museu encontra-se dividido em sete colecções:

  • Oceano Aberto (Vidas em Movimento, Gentes do Mar de Cascais)
  • Pescarias,
  • Marinha e Navegação,
  • A Rota dos Naufrágios,
  • O Mar e a Origem da Vida,
  • O Mundo dos Moluscos,
  • Dom Carlos e a Ciência Oceanográfica – os serviços que o Museu do Mar Rei Dom Carlos disponibiliza são uma loja, um serviço educativo, um centro de documentação e um espaço de exposição e de realização de conferências.

Teatro Gil Vicente ![(38.696344, -9.421547)]: o Teatro Gil Vicente foi inaugurado em 1869. Apresenta uma capacidade para 273 espectadores

Centro Cultural de Cascais ![(38.693975, -9.421255)]: o Centro Cultural de Cascais é um espaço de divulgação de artes visuais e centro de conferências de Cascais, foi inaugurado no dia 15 de Maio de 2000. O Centro Cultural de Cascais encontra-se integrado no antigo edifício do Convento de Nossa Senhora da Piedade que desempenhou funções de mosteiro ao longo da história, e foi o primeiro Colégio Português de Filosofia no século XVIII.

Casa Sommer ![(38.694965, -9.421740)]: é o local onde se encontra o Arquivo Histórico Municipal e a Livraria Municipal de Cascais desde o dia 7 de Dezembro de 2016. A Casa Sommer foi construída por Henrique de Araújo de Sommer (1886-1944) no fim do século XIX. Atualmente é o mais importante exemplar de arquitectura residencial neoclássica de Cascais. A Casa Sommer foi reabilitada pela arquitecta Paula Santos. O grande destaque é a existência de mais de 100 fundos e colecções que datam de 1387 a 2016.

Museu da Vila: o Museu da Vila foi construído com o objectivo de divulgar a história de Cascais desde a fundação até à atualidade. O museu encontra-se dividido em cinco áreas temáticas. As peças mais importantes são as sandálias das Grutas de Alapraia, a representação mais antiga da vila de Cascais e o foral manuelino de 1514.

Forte de São Jorge de Oitavos ![(38.699777, -9.468225)]: o Forte de São Jorge Oitavos foi construído entre 1642 e 1648 para defender Lisboa e Cascais dos ataques espanhóis. O espaço museológico encontra-se organizado em dois núcleos:

  • o primeiro núcleo conta a história das fortificações marítimas de Cascais e a história do Forte de São Jorge;
  • o segundo núcleo aborda as Invasões Francesas e a história dos equipamentos militares que existiram neste local entre 1760.

Casa de Santa Maria ![(38.691278, -9.421444)]: a Casa de Santa Maria foi projetada pelo arquitecto Raúl Lino (1879-1974) em 1902. A Casa de Santa Maria encontra-se localizada na enseada de Santa Maria e próximo do Farol de Santa Maria. Esta residência foi uma encomenda do banqueiro Jorge O’Neil e foi residência privada Maria Teresa O’Neil e Dom António Avillez, José Lino, Raúl Lino e de Manuel Ribeiro Espírito Santo Silva. A Casa de Santa Maria disponibiliza um serviço educativo como serviço

Casa de Santa Maria é uma construção de 1902, um simbolo de Cascais devido à sua arquitetura e localização na enseada de Santa Maria, próximo do Farol de Santa Maria
Casa de Santa Maria é uma construção de 1902, um simbolo de Cascais devido à sua arquitetura e localização na enseada de Santa Maria, próximo do Farol de Santa Maria

Farol Museu de Santa Marta ![(38º 41’ 25.91’’, 9º 25’ 18.27’)]: é o único farol musealizado em Portugal. O Farol Museu de Santa Marta abriu ao público em 2007 com um projeto de Francisco e Manuel Aires de Mateus. O modelo museológico é inovador porque combina exposições temáticas com a função de sinalização costeira. A exposição permanente encontra-se dividida em dois núcleos, um núcleo com o nome de Faróis Portugueses: Tecnologia e História e outro núcleo designado por Santa Marta, de Forte a Farol e o Ofício de Faroleiro. Os serviços disponíveis no espaço museológico do; Farol Museu de Santa Marta são uma loja, um auditório e um serviço educativo.

Museu Condes Castro Guimarães situado no parque Marechal Carmona, é o espaço museológico mais antigo de Cascais, que funciona no antigo palácio dos Condes Castro Guimarães.
Museu Condes Castro Guimarães situado no parque Marechal Carmona, é o espaço museológico mais antigo de Cascais, que funciona no antigo palácio dos Condes Castro Guimarães.

Museu dos Condes de Castro Guimarães ![(38º 41’ 32.24’’, 9º 25’ 18.27’)]: o museu foi inaugurado no dia 12 de Julho de 1931 na antiga Torre de São Sebastião. Os principais destaques são o claustro, a Sala dos Trevos, Sala da Música, Sala Neogótica, Sala de Leitura e a Sala doutor José de Figueiredo. A vista panorâmica sobre a Baía de Cascais, a Baía de Santa Marta, o Parque Marechal Carmona, a Casa de Santa Maria e o Farol de Santa Marta

Palácio Cidadela de Cascais ![(38.693982, -9.419194)]: o Palácio Cidadela de Cascais abriu ao público no dia 23 de Novembro de 2011 depois da reabilitação efetuada pelo arquiteto Pedro Vaz. O Palácio da Cidadela de Cascais foi a casa do governador da vila até à chegada do Rei Dom Luís em 1870. Após esta data funcionou como residência de férias da Família Real Portuguesa que aqui ficava durante os meses de Setembro e Outubro. A partir da implantação da República no dia 5 de Outubro de 1910, foi usado como residência oficial da Presidência da República, especialmente pelo Marechal António Óscar de Fragoso Carmona e pelo Marechal Francisco Higino Craveiro Lopes. Após 2004 tem sido utilizada pelo Presidente da República para receber diplomatas e chefes de estado.

Cidadela de Cascais foi construídoa para defesa de Lisboa juntamente com a Torre de Belém, Torre da Caparica e a Torre de Santo António por ordem de Dom João II (1455-1495). Atualmente a Cidadela de Cascais funciona com serviços de hotelaria e restauração, e espoxição de arte aberto ao publico para visitas
Cidadela de Cascais foi construídoa para defesa de Lisboa juntamente com a Torre de Belém, Torre da Caparica e a Torre de Santo António por ordem de Dom João II (1455-1495). Atualmente a Cidadela de Cascais funciona com serviços de hotelaria e restauração, e espoxição de arte aberto ao publico para visitas

Outras atrações a visitar em Cascais

Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades Faria ![(38.710046, -9.405377)]: o Museu da Música Portuguesa nasceu em 1987 com o nome de Museu da Música Regional Portuguesa. O museu teve várias fases de crescimento, nomeadamente em 1994 com a doação do espólio do compositor Fernando Lopes Graça e com as obras de Giacometti. O museu encontra-se integrado num edifício mandado construir por Jorge O’Neil em 1918 no Monte do Estoril e que designou de Torre de São Patrício. Este mesmo edifício foi comprado por Enrique Mantero Belard e por Gertrudes Verdades de Faria em 1942. Gertrudes Verdades de Faria era apaixonada por arte e realizava com regularidade encontros e reuniões sociais e culturais com o objetivo de promover artistas e obras de arte.

Piscina Oceânica do Estoril ![(N 38º 42′ 6,77” ,W 9º 23′ 52,76”)]: esta piscina foi inaugurada em 1953 com o objetivo de ser abastecida de água pelo oceano Atlântico. A Piscina Oceânica do Estoril encontra-se localizada próximo do Tamariz

Núcleo de Interpretação da duna da Cresmina ![(38.726517, -9.468898)]: o Núcleo de interpretação da duna da Cresmina foi criado com o objectivo de divulgar a fauna e a flora deste local. O núcleo inclui várias actividades, nomeadamente Interpretação do Sistema Dunar, Percurso guiado ou guia virtual, Observação de aves, identificação da flora.

Parque das Gerações ![(38.698313, -9.381186)]: o Parque das Gerações é um skatepark localizado em São Domingos de Rana, oferece uma série de equipamentos para a prática de desporto. O parque tem ainda uma particularidade que é a existência de hortas comunitárias.

Forte de Santo António da Barra ![(38.698330, -9.384043)]: O Forte de Santo António da Barra é um Forte mandado construir por Filipe I de Portugal para defesa de Lisboa em 1589, localizado em São João do Estoril é também conhecido por Forte de Salazar ou Forte Velho. O Forte de Santo António da Barra passou por várias remodelações e funções ao longo do tempo, especialmente em 1681 a seguir à Guerra da Restauração, entre 1762 e 1763 durante a Guerra dos Sete Anos, 1889 quando passou a posto da Guarda Fiscal, 1915 quando foi um campo de férias do Instituto Feminino de Educação e Trabalho de Odivelas, residência sazonal de Salazar a partir de 1950 – foi neste forte que o ditador português morreu no dia 3 de Agosto de 1968. No dia 29 de Setembro de 1977 foi classificado como monumento nacional e começou a ser reabilitado pela Câmara Municipal de Cascais a partir de 13 de Março de 2018

Museu da Pólvora Negra

Parque Palmela ![(38.703655, -9.412891)]: o Parque de Palmela foi construido a mandado dos Duques de Palmela em 1870 para a realização das festas promovidas pelos duques. O parque dispõe de árvores de grande porte, amplos relvados e a Ribeira dos Boqueiros. Atualmente o Parque de Palmela disponibiliza dois espaços de lazer principais: o Auditório Fernando Lopes Graça e um espaço para praticar desporto ao ar livre

Grutas artificiais de Alapraia: localizadas a aproximadamente 1 km da Linha de Cascais para o interior. As grutas constituem parte de uma necrópole romana – o nome que era dado aos cemitérios durante o período de ocupação romana. AsGrutas artificiais de Alapraia foram o primeiro espaço cultural a ser classificado de interesse público em Cascais no ano de 1942. Foram descobertas quatro grutas funerárias e alguns objectos importantes, nomeadamente sandálias votivas de calcário, vasos de cerâmica, placas de xistos decoradas e artefactos em osso polido. Estes objetos podem ser vistos no Museu da Vila de Cascais

Centro de Interpretação Ambiental da Pedra do Sal ![(38.694284, -9.371872)]: O centro de interpretação foi construído com o objectivo de divulgar o património natural desta região através de várias atividades, nomeadamente pelo Percurso Interpretativo na Pedra do Sal com passagens pelas Grutas I & II de São Pedro do Estoril, pelas Casamatas Casa do Holofote e Casa do Gerador da Segunda Guerra Mundial, pela Ponte Filipina, pela Aldeia de Cal Água e pela Ribeira de Caparide / Manique. Está localizado em São Pedro do Estoril destaca-se pela paisagem do Oceano Atlântico.

Cabo da Roca é o ponto mais ocidental da Europa, sendo também designado por Cabo da Ofiussa, Cabo da Serpente ou Promontório da Lua. É um local de grande energia, com uma vista fantástica sobre o oceano e da força do mar que bate nas escarpas.
Cabo da Roca é o ponto mais ocidental da Europa, sendo também designado por Cabo da Ofiussa, Cabo da Serpente ou Promontório da Lua. É um local de grande energia, com uma vista fantástica sobre o oceano e da força do mar que bate nas escarpas.

Cabo da Roca: Uma das referências em Cascais é o Cabo da Roca, o ponto mais Ocidental da Europa. O Cabo da Roca é muito procurado pelos amantes da Natureza devido à sua envolvente de paisagens selvagens, falésia em escarpa, vista panorâmica sobre o oceano Atlântico, com sensações únicas ao observar as ondas do Atlântico a bater nas rochas. Daqui é possível obter uma vista panoramica até ao horizonte do oceano, é procurado por pessoas que gostam de aventura devido ao aspecto primitivo da natureza que ainda existe na região.

Organização Administrativa

A Câmara Municipal de Cascais, com aproximadamente 211 mil habitantes, dos quais 21 mil são residentes estrangeiros, está administrativamente organizada em três freguesias:

  • Alcabideche
  • Cascais e Estoril
  • São Domingos de Rana

Motivos para viver em Cascais e Estoril

Cascais exerce uma grande atração a quem deseja morar em Portugal devido a:

  • Clima ameno: o clima em Cascais é temperado húmido, (Csb na classificação climática de Köppen-Geiger) com verão seco e temperado, e invernos bastante suaves devido à proximidade ao mar, exposição ao sul e proteção da serra de Sintra a norte. Cascais 265 dias sem chuva, criando uma vida constante ao ar livre na vila e arredores.
  • Beleza natural: Existe uma beleza natural única devido à grande diversidade natural, pois inclui floresta, mar e campo. . A paisagem de Cascais é extremamente diversificada com todo o género de beleza natural, desde as dunas de areia branca do Guincho, às rochas que adoptam várias formas devido à erosão provocada pela força do mar, como é o caso da Boca do Inferno, passando por uma ribanceira de perder de vista, como o Cabo da Roca até uma densa floresta como é o caso do Parque Natural de Sintra-Cascais.
  • Tranquilidade: Cascais é local tranquilo, calmo e seguro
  • Simpatia dos habitantes: esta é uma característica que distingue as pessoas de Cascais, os cascalenses. O bem receber das gentes desta vila faz com que todos, ou quase todos que a visitam tenham um sentimento de tranquilidade e bem estar.
  • Gastronomia: a gastronomia de Cascais é muito apreciada devido à variedade, frescura e qualidade dos alimentos. Os destaques são o peixe fresco, o vinho de Carcavelos, a sopa de favas, a canja de galinha, a caldeirada de mexilhão, a carne de alguidar, as areias e as nozes de Cascais
  • Saúde: Cascais apresenta dos melhores índices de saúde do país a vários níveis, especialmente através de programas como a possibilidade um médico de família para cada habitante e o Smart Health. A existência de infraestruturas na área da saúde como o Hospital Sant’Ana na Parede, considerado o maior hospital de cirurgias ortopédicas da Península Ibérica ou o Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão, um dos melhores centros de reabilitação do mundo.
  • Educação: A educação é destacada com as infraestruturas de universidades, nomeadamente a Nova School of Business & Economics em Carcavelos com 29 anfiteatros e 33 salas de aula e capacidade para 4 mil professores e alunos, e a Faculdade de Medicina da Universidade Católica. O município de Cascais está servido com colégios privados de alta classificação no ensino português e internacional.
  • Mobilidade e transportes: a Câmara Municipal de Cascais tem programas para melhorar a mobilidade dos cidadãos. Destaque para o MobiCascais e o MobiBuscas com mais de 60 linhas de autocarros e a instalação de dezenas postos de carregamento para automóveis eléctricos em todo o concelho, e o acesso de bicicletas a mais de 38 mil pessoas. O Aeródromo de Tires integra oito escolas de aviação. Estas escolas formam cerca de 200 pilotos por ano. O Aeródromo de Tires faz parte do vôo entre Bragança e Lisboa
  • Espaços de lazer e desporto ao ar livre: Cascais apresenta vários projetos relacionados com a vida saudável e sustentabilidade, nomeadamente criação de pequenas hortas orgânicas no concelho
  • Proximidade de todas as estruturas necessárias à vida quotidiana: é possível viver em Cascais sem a necessidade de transporte próprio. As distâncias são curtas e a oferta de serviços está concentrada com fáceis acessos. Em Cascais existe uma grande variedade de oferta de comércio, desde restaurantes frente mar, comércio tradicinal de rua, até shoppings cobertos e grandes supermercados.
  • Economia e Inovação: Projetos como o DNA Cascais permitiram a criação de mais de 300 empresas, o Centro de Mar de Cascais, o European Innovation Academy, o Get in the Ring e o Horasis
  • Actividade política, cultural e ambiental: a Câmara de Cascais desenvolve projetos como
    • O Projeto Carta Arqueológica Subaquática Cascais permitiu a descoberta de uma nau da Carreira das Índias do século XVI;
    • O Festival Muraliza de arte urbana: uma campanha de sensibilização para terminar com a utilizção de garrafas de plástico na Câmara de Cascais,
    • Cascais Smart City, Conferências do Estoril,
    • Cascais Gastronómica que inclui a participação de Chefs Estrela Michelin

O Surf

Cascais é o local onde o Surf nasceu em Portugal. Esta actividade desportiva surgiu em meados da década de 1960. Nesta época praticamente não existiam praticantes de surf no país, o que despertava grandes curiosidades em quem passava de carro no Guincho observam os primeiros surfistas do país. A Linha de Cascais viu nascer entre 30 a 40% dos campeões nacionais de Surf, nomeadamente Ruben Gonzalez tetracampeão, José Gregório, Vasco Ribeiro, Maria Abecassis, Patrícia Lopes ou Rodrigo Herédia, todos atletas destacados na prática do surf em Portugal.
Os locais mais procurados para a prática do Surf em Cascais são a Praia da Poça, o Guincho, São Pedro do Estoril, São João do Estoril e a Praia de Carcavelos.

A costa litoral de Cascais apresenta excelentes condições naturais para o Surf devido à possibilidade surfar durante seis meses do ano, com ventos predominantes de Noroeste, à existência de 20 a 25 géneros de ondas diferentes, e de escolas de surf, nomeadamente: Surf Technique, a Cascais Surf School, Guincho Surf School ou a Moana Surf School. Cascais tem varias fábricas de shape e fabrico de pranchas de surf, nomeadamente a Polen Surfboards, a Surfactory ou a Malta Factory, entre muitos outros.
A Linha de Cascais tem grande influência na história do Surf em Portugal com a criação do primeiro clube de surf em Portugal, o Surf Clube de Portugal, com a eleição do primeiro presidente da Federação Portuguesa de Surf, Antero Santos que nasceu nesta região ou o lançamento da Rádio Marginal com o primeiro relatório do estado das condições meteorológicas nas praias para o surf na década de 1980.
<h4″>O Golfe

Cascais oferece sete campos de golfe, com grande destaque para o Oitavos Dunes golf course,classificado como sendo o primeiro campo de golf em Portugal e o 55 no ranking dos campos de golfe a nível mundial de acordo com a Golf Magazine, Top 100 Courses in the World. O Oitavos Dunes golf course destaca-se pela beleza da paisagem natural, localizado entre a Serra de Sintra e a Praia do Guincho, é um dos dois campos de golfe de toda a Europa desenhado por Arthur Hills, um designer norte-americano de campos de golfe e pelo hotel que oferece. O campo disponibiliza 18 buracos e 71 pares, a capacidade de ter 60 atletas a jogar em simultâneo e um campo de treinos com aproximadamente 5600 m2.
Outros campos de golfe em Cascais:

  • Praia d’el Rey golf course: inaugurado no dia 14 de Junho de 1997, o Praia d’el Rey golf course tem 18 buracos e 73 pares. Foi desenhado por Cabell Robinson. As infraestruturas do Praia d’el Rey golf course incluem uma clubhouse, uma loja de golf e um programa de treinos para os praqticantes mais novos.
  • Penha Longa golf course: integrado no Penha Longa Hotel & Resort, Penha Longa golf course é considerado um dos trinta melhores campos da Europa. Foi inaugurado em 1992 e desenhado por Robert Trent Jones Jr. O campo divide-se em dois campos mais pequenos, o Campo Atlântico e o Mosteiro. O destaque do Penha Longa golf course é o enquadramento paisagístico do campo com a Serra de Sintra, o Mosteiro da Penha Longa e uma ponte romana a proporcionar cenários únicos e inesquecíveis. As estruturas de apoio do Penha Longa golf course incluem uma loja de golfe, um driving range, um putting green, chipping green, um bar e um restaurante.
  • Pestana Beloura Golf course: o campo Pestana Beloura Golf course foi inaugurado em 1993, tem 18 buracos e 72 pares. Foi desenhado por Rocky Roquemore. o Pestana Beloura Golf course integra uma Clubhouse, balneários, loja de golfe, restaurante, bar, escola, putting green, driving range e chipping.
  • Lisbon Sports Club: localizado na Serra da Carregueira, o Lisbon Sports Club golf course tem 18 buracos com par 69. O campo foi inaugurado em 1964 e o clube em 1873 com o nome de Lisbon Cricket. Em 1922 alterou o nome para Lisbon Sports Club.O Lisbon Sports Club tem disponível uma clubhouse, balneários, loja de golfe, restaurante, bar, escola, putting green, driving range e chipping. Os grande destaques são o layout semelhante ao campo escocês, a presença constante de animais selvagens de pequeno porte como coelhos e a existência de inúmeros riachos.
  • Golf do Estoril: é um campo de 18 buracos que se encontra integrado no Palácio Estoril Hotel, Resort & Wellness. O campo Golf do Estoril foi desenhado por Mackenzie Ross. As infraestruturas consistem numa academia de golf, campo de chipping, clube de golfe, driving range, putting green, loja de golfe, restaurante, bar, esplanada e uma piscina.
  • Quinta da Marinha golf course: campo de golfe integrado no Hotel da Quinta da Marinha, o Quinta da Marinha golf course tem 18 buracos com um par 71. O campo foi desenhado por Robert Trent Jones e foi inaugurado em 1984. O Quinta da Marinha golf course tem disponíveis loja de golfe, driving range, putting green, bunker de treino, chipping green, bar e restaurante.

As praias de Cascais

O concelho de Cascais tem 17 praias ao longo de aproximadamente 25 km de costa, procuradas para passeios e descanso em família, praticar surf, bodyboard, windsurf, mergulho, nadar ou velejar de barco, entre muitas outras atividades. É em Cascais que está situada a Praia do Guincho, uma das praias mais procuradas para a prática do surf, local onde que se realiza a etapas de Campeonatos Mundiais, sendo também uma das praias em estado puro e selvagem onde é possível encontrar uma paisagem de dunas e serra verdejante. Existe um percurso litoral maritimo de ciclovia e passeio pedonal desde Cascais até ao Guincho, um passeio habitual para os amantes do desporto e ar livre.

  • Praia Grande do Guincho
  • Praia da Rainha – A praia da Rainha é uma praia pequena ao lado esquerdo da Baía de Cascais. Era na praia escolhida pela rainha D. Amélia para nadar durante as estadias da família real em Cascais
  • Praia da Conceição
  • Praia de Santa Marta
  • Praia da Ribeira de Cascais
  • Praia do Abano (38.741699, -9.472525): praia localizada próximo do Guincho, é muito procurada para a prática do surf, bodyboard, kitesurf e windsurf devido aos ventos fortes e grande ondulação.
  • Praia das Avencas (38.688305, -9.360591): localizada na Parede destaca-se pela beleza natural devido à existência de arribas. A praia das Avencas foi considerada Zona de Interesse Biofísico em 1998 e foi classificada como Área Marinha Protegida das Avencas em 2016
  • Praia da Azarujinha (38.700663, -9.389342): localizada em São João do Estoril, destaca-se pela forma em anfiteatro que a erosão do mar sobre as rochas criou ao longo dos tempos. O acesso à praia só pode ser feito a pé
  • Praia da Bafureira (38.692446, -9.366296): localizada em São Pedro do Estoril, destaca-se pelas arribas e pela grande escadaria que lhe permite o acesso.
  • Praia de Carcavelos (38.679876, -9.336034): localizada em Carcavelos, disponibiliza um extenso areal de mais de um quilómetro. Os principais destaques são o Forte de São Julião da Barra, as várias escolas de surf e bodyboard que ali existem e um bar / restaurante
  • Praia da Cresmina (38.725647, -9.476682): praia localizada no Guincho, destaca-se pela beleza natural e por ser muito procurada para a prática do surf
  • Praia da Duquesa (38.700817, -9.414955): localizada na vila de Cascais, encontra-se rodeada de restaurantes, cafés e esplanadas
  • Praia das Moitas (38.702041, -9.409215): localizada no Monte do Estoril, também é conhecida por Praia da Rata. Os principais destaques são a piscina Atlântica e as esplanadas que se encontram ao longo do areal
  • Praia da Parede (38.685940, -9.354694): localizada na Parede, destaca-se por ser muito procurada para banhos de sol e menos de água devido à existência de uma grande quantidade de rochas junto ao areal. Durante a segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XX era muito procurada devido às qualidades terapêuticas das águas, especialmente no que diz respeito a doenças relacionadas com os ossos.
  • Praia da Poça (38.702053, -9.391991): localizada em São João do Estoril entre o Forte Velho e o Forte da Cadaveira.. É uma praia muito procurada para a prática do surf
  • Praia da Rainha (38.699140, -9.418169): localizada no centro de Cascais, tem por principais destaques a proximidade do centro da vila e a beleza natural
  • Praia de São Pedro do Estoril (38.693706, -9.369494): localizada em São Pedro do Estoril, próximo da Ponta do Sal. Destaca-se pela beleza natural e pela excelente infraestrutura de serviços de apoio
  • Praia do Tamariz (38.702911, -9.399909): localizada no Estoril, dispõe de excelentes condições de acessos e de recursos nas áreas envolventes. Os principais serviços de apoio são balneários, restaurantes, bares, esplanadas. A praia do Tamariz disponibiliza, ainda, uma piscina Atlântica

Transportes de e para Cascais

  • Aeródromo Municipal de Cascais: aeródromo situado em Tires, a aproximadamente 20 km de Lisboa. Tem uma aerogare com capacidade para receber 300 pessoas e uma pista de 1700 metros de comprimento e 30 metros de largura. O Aeródromo também é usado como escola de aviação, como um local de parqueamento de jactos privados, para manutenção de aeronaves e para festivais de aeronáutica.
  • Marina de Cascais: marina que fica situada a 38º 42’ N – 09º 25’ W em Cascais, tem capacidade de parqueamento para 650 embarcações, incluindo o Pontão de Mega Iates, que permite receber embarcações com dimensões acima dos 36 metros de comprimento.
  • MobiCascais: este projecto da Câmara Municipal de Cascais inclui aproximadamente 23 km de ciclovias e disponibiliza aos habitantes do concelho o seguinte:
    • 1200 bicicletas
    • 5 linhas de autocarros
    • 21000 lugares de estacionamento
  • Comboios: Cascais integra a Linha do Cais do Sodré, que começa em Lisboa e tem aproximadamente 30 km. A Linha do Cais do Sodré-Cascais faz-se em cerca de trinta minutos entre as seis da manhã e a 1 hora da madrugada. As Estações de Comboios do concelho de Cascais são:
    • Estação de Comboios de Carcavelos
    • Estação de Comboios da Parede
    • Estação de Comboios de São Pedro do Estoril
    • Estação de Comboios de São João do Estoril
    • Estação de Comboios do Estoril
    • Estação de Comboios do Monte do Estoril
    • Estação de Comboios de Cascais
  • Autocarros: o concelho de Cascais tem 38 carreiras de autocarros da Scotturb. As que merecem um destaque são:
    • Autocarro 403: com ligação a Sintra e ao Cabo da Roca, a partir da estação do Centro Comercial Cascais Villa
    • Autocarro 417: com ligação a Sintra, a partir da estação do Centro Comercial Cascais Villa
    • Autocarro 418: com ligação a Sintra, a partir da Estação de Comboios do Estoril

Instituições de Ensino em Cascais

  • Colégio Amor de Deus
  • Colégio Senhora da Boa Nova
  • Colégio da Bafureira
  • Colégio dona Luísa Sígea
  • Colégio Quinta do Lago
  • Escola Salesiana de Manique
  • Escola Profissional de Teatro de Cascais
  • Externato Nossa Senhora do Rosário
  • International Christian School of Cascais
  • International Preparatory School – EPPI
  • Jardim de Infância Vila Bicuda
  • Saint Dominic’s International School
  • Saint John’s School
  • Saint James Primary School

Serviços de Saúde, clínicas e Hospitais em Cascais

  • CADIn: Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil
  • Clínica Baía de Cascais
  • Clínica Lev Cascais
  • Clínica Medicinas: Clínica Holística Integrativa
  • Clínicas Pedro Choi: Medicina Tradicional Chinesa
  • Chris FisioDerm Clinic Spa
  • Health Club Visconde
  • Holmes Place Cascais
  • IMI: Imagens Médicas Integradas
  • Instituto de Ciência e Saúde: Clínica Poço Novo
  • Kangaroo Health Clubs de Cascais
  • Santa Casa da Misericórdia de Cascais
  • Saúde Integral – Centro de Tratamento e de Recuperação Física Unipessoal lda
  • SPA Dramático & Clínica Estética Médica

Os Restaurantes

  • Gelataria Santini
  • Pastelaria Sacolinha
  • Restaurante Capricciosa
  • Restaurante Cascas
  • Restaurante Confraria
  • Restaurante O Cantinho da Belinha
  • Restaurante Fortaleza do Guincho
  • Restaurante Mar do Inferno
  • Restaurante Porto de Santa Maria
  • Restaurante Redes do Mar
  • Restaurante Visconde da Luz

Locais onde fazer compras

  • Cascais Shopping
  • Cascais Villa
  • Dejá Lu
  • Loja das Meias
  • Rua Direita

Hoteis

  • Estalagem Muchaxo Hotel
  • Grande Real Villa Itália Hotel & Spa
  • Farol Design Hotel
  • Hotel Albatroz
  • Hotel Cidadela
  • Hotel Pestana Cascais
  • Hotel Quinta da Marinha & Villas Resort
  • Hotel the Oitavos
  • Pousada de Cascais, Fortaleza da Cidadela
  • Vila Bicuda Hotel

Feiras, Festas e Romarias em Cascais

  • CSI Longines Global Champions Tour: prova mundial de hipismo que se realiza anualmente em Julho
  • Procissão de Nossa Senhora dos Navegantes: procissão que se realiza anualmente em Agosto
  • Festival Internacional de Cultura: festival que se realiza anualmente em Setembro
  • Lumina: Festival da Luz: festival que se realiza anualmente em Setembro
  • Marginal A Passo de Corrida: evento desportivo que se realiza anualmente em Setembro
  • Swim Challenge Cascais: as maiores provas de natação de águas abertas em Portugal que se realizam anualmente em Setembro
  • Billabong Pro Cascais – World Surf Leage: etapa do Campeonato do Mundo de Surf que se realiza anualmente em Cascais
  • Cascais Classic Motorshow: realiza-se anualmente em Setembro

Curiosidades de Cascais e Estoril

  • Cascais foi elevada a vila há 650 anos no ano de 1364
  • Um dos mestres pedreiros que participou na construção do Convento de Mafra foi o cascalense António Martins
  • O primeiro colégio português de filosofia foi criado em Cascais no século XVIII
  • A primeira ligação eléctrica de Portugal foi realizada na Cidade de Cascais no ano de 1878
  • Primeiro desafio público de futebol foi realizado em Cascais em 1888
  • O primeiro concerto de jazz ao vivo em Portugal realizou-se no Verão de 1941 no Casino do Estoril e teve a participação da Willie Lewis Orchestra
  • O cantor canadiano Bryan Adams viveu em Cascais entre os 9 e os 12 anos de idade
  • Cascais tem a única ponte sobre o Oceano Atlântico, a Ponte de Santa Marta
  • O habitante nascido em Cascais é designado de cascalense
  • A maioria dos campeões de surf em Portugal nasceu e cresceu em Cascais, como é o caso de Ruben Gonzalez
  • Em Cascais realiza-se um evento único de surf, o Surf à Noite
  • As melhores praias para o surf são São Pedro do Estoril, Monte Estoril, Tamariz, e Guincho
  • Figuras como Vinicius de Moraes, Thomas Mann, Calouste Gulbenkian, Indira Nehru, Robert Rotschild ou Ian Flemming viveram em Cascais ou no EStoril
  • Ian Fleming criou o James Bond enquanto vivia em Cascais
  • Foi em Cascais que António Oliveira Salazar morreu ao cair da cadeira
  • A Linha de Cascais foi o local de origem da arte urbana em Portugal

Na vila de Cascais é possível ter uma vida tranquila e segura, em simultâneo, uma vida cosmopolita e diversificada. Cascais é o terceiro maior concelho do distrito de Lisboa com mais estrangeiros residentes, sendo de destacar as seguintes comunidades:

  • mais de cinco mil brasileiros,
  • mais de mil cidadãos provenientes do Reino Unido,
  • mais de setecentos alemães,
  • mais de oitocentos espanhóis e
  • mais de oitocentos franceses.
    Cascais é sem dúvida uma vila multicultural, com muita vida ao ar livre durante o todo ano. Cascais tem um dos mercados imobiliários mais caros do mundo, com grande potêncial de retorno ao investimento, semelhante ao de Saint Tropez. A qualidade de vida, a gastronomia, a simplicidade e o saber receber dos habitantes de Cascais são os principais trunfos desta localidade. A vila de Cascais permite que seja vivida a pé, devido à proximidade de todas as infraestruturas.

Factos rápidos de Cascais e Estoril

  • A Câmara Municipal de Cascais encontra-se organizada em quatro freguesias:
    • Alcabideche,
    • Carcavelos e Parede,
    • Cascais
    • Estoril e São Domingos de Rana
  • Cascais apresenta uma área física de 97.4 km2 e uma área marítima de 119 km2
  • Cascais tem aproximadamente 211 mil habitantes
  • Cascais recebe mais de 500 mil turistas por ano, a maioria do Reino Unido, Espanha e França
  • Cascais disponibiliza três bibliotecas municipais, 24 bibliotecas escolares, uma biblioteca móvel e uma biblioteca digital
  • Dois em cada dez dos habitantes de Cascais nasceram noutros países
  • Cascais foi considerada a terceira melhor marca municipal nas Áreas de Turismo, Negócios e Social
  • Cascais oferece excelentes condições para a prática do desporto, nomeadamente através da existência de duas ciclovias, três percursos BTT, 67 campos de ténis, 14 piscinas, 4 pistas de atletismo, 7 circuitos de manutenção, 6 campos de golf, 26 campos de padel, 4 centros hípicos, 4 centros náuticos, um espaço para canoagem, 6 locais para surf e 2 para windsurf e kitesurf
  • São Domingos de Rana tem aproximadamente 57 mil habitantes e tem mais habitantes do que 85% das câmaras de Portugal
  • O Aeródromo de Tires é a oitava estrutura aeroportuária mais movimentada da Península Ibérica
  • Existem mais de cem nacionalidades a viver no Concelho de Cascais num total aproximado de 23 mil imigrantes. A maioria dos imigrantes que vivem em Cascais são do Brasil, sete mil, da Roménia, dois mil, Cabo Verde, 1500, Ucrânia, 1400, Guiné-Bissau, 1300, e Reino Unido, 1100.

História de Cascais

Cascais é uma vila fundada há aproximadamente 650 anos. Os acontecimentos mais importantes são:

  • Elevação de Cascais a vila por foral de 1364 emitido pelo rei Dom Pedro
  • A invasão espanhola de 1580, começou em Cascais com o desembarque das tropas do Duque de Alba
  • A maior parte das fortalezas foram construídas no século XVII, durante o reinado de Dom João IV
  • Cascais foi praticamente totalmente destruída durante o Terramoto de 1 de Novembro de 1755
  • Cascais foi invadida pelas tropas de Napoleão
  • Cascais foi utilizada como prisão para os apoiantes de Dom Pedro IV durante a Guerra Liberal no século XIX
  • Cascais foi local de férias da Família Real Portuguesa e da Corte Monárquica durante a segunda metade do século XIX
  • Cascais foi o local onde se realizou a primeira experiência de iluminação eléctrica
  • Cascais foi o local onde foi construído o primeiro laboratório de biologia marítima
  • Cascais foi o local onde se construíram as primeiras linhas férreas de tração eléctrica
  • Cascais foi a localidade pioneira no desporto onde se realizaram as primeiras competições de
    • vela,
    • remo em canoa,
    • natação,
    • ténis,
    • rugby,
    • cricket,
    • ciclismo
    • futebol
  • Cascais foi o local que serviu de refúgio às famílias influentes e celebridades europeias durante a Segunda Guerra Mundial

Cascais desde Pré-História até ao séc. XIX

  • Cascais foi ocupada desde a Pré-História, desde os tempos do Neolítico, especialmente na zona do Guincho, Talaíde e Estoril, devido ao clima ameno e à segurança da baía para a pesca. A prova são os vestígios romanos em São Domingos de Rana e na própria vila de Cascais, onde foi descoberto um complexo fabril para a salga de peixe. Como exemplos de ocupação pré-histórica existem as Grutas do Poço Velho, Grutas de Alapraia, Grutas de São Pedro e as Grutas de Porto Covo. Cascais foi antigamente muito procurada por vários povos, nomeadamente fenícios, romanos, visigodos e árabes. Foi também ocupada pelos mouros, que fundaram localidades como Alcabideche e Alcoitão.
  • Cascais é o local onde nasceu Ibn Muqãna no início do século XI, um dos mais famosos poetas árabes. A vila de Cascais foi conquistada aos mouros por D Afonso Henriques em 1147. Durante a segunda metade do século XII, viviam em Cascais pescadores e agricultores.
  • Cascais foi alvo de centenas de ataques de piratas ao longo da história, o que originou com que o Rei Dom Pedro I (1320-1367) dotasse a aldeia na zona do porto de uma muralha para melhorar a defesa da povoação, e subsequentemente elevasse a aldeia de Cascais a vila em 1364. Atualmente só existe um pequeno troço desta muralha.
  • Devido ao crescimento de Cascais com a época dos Descobrimentos, D João II ordenou a construção de uma torre defensiva em 1488.
  • O Rei Dom Manuel I (1469-1521) concedeu a Cascais o primeiro foral em 1514. A vila de Cascais foi invadida pelo Duque de Alba (1507-1582) no dia 30 de Julho de 1580, tendo como objetivo principal a intenção de ocupar Portugal. Devido à ocupação de Portugal por parte Espanha, Cascais passou a ser alvo de uma série de ataques realizados por Francis Drake em 1587.
  • Foi em Cascais que desembarcou em 1580 a frota espanhola de 61 galés com um exército de 23 mil homens comandados pelo duque de Alba, que posteriormente avançaram sobre Lisboa. A fortaleza de Cascais ficou parcialmente arrasada, tendo sido reconstruída depois da ocupação espanhola por D João IV. A vila de Cascais foi praticamente toda destruída com o terramoto de 1755.
  • Após a independência de Portugal em 1640, Dom João IV reconstruiu as defesas do país e, entre elas, encontravam-se várias de Cascais, nomeadamente o Forte do Guincho, a Bateria da Galé, Bateria Alta (atual Hotel do Guincho), Bateria da Cresmina, Forte de São Jorge de Oitavos, Forte e Farol de Santa Marta, Cidadela de Cascais, entre outros que já não existem.
  • Cascais conheceu um período de desenvolvimento depois da destruição causada pelo Terramoto de 1 de Novembro de 1755 através da construção da Real Fábrica de Lanifícios de Cascais em 1774, da intensificação da plantação de trigo e do cultivo do vinho de Carcavelos. Este desenvolvimento económico foi brevemente interrompido com as Invasões Francesas de 1807 pelo General Junot e de 1809 pelo General Massena. Nesta época ficou conhecido o Regimento 19 que se encontrava aquartelado na Cidadela de Cascais e que, de acordo com a lenda, devido a estarem protegidos por uma estátua de Santo António, não tiveram uma única derrota na luta contra o invasor francês. Hoje em dia ainda é possível vistar estátua de Santo António na Cidadela de Cascais.
  • Em 1859 Cascais começou a ganhar importância devido à construção da estrada de ligação a Oeiras, permitindo encurtar a distancia a Lisboa. A partir de 1871 Cascais passou a ser o local preferido para as férias de Verão da família real, devido as melhorias das vias de comunicação e às suas temperaturas amenas esta vila.

Cascais voltou a crescer no séc. XIX devido a três factores principais:

  1. O aumento da importância da actividade de extracção de pedra no séc. XIX, que originou à criação de 26 pedreiras em 1873. No século XIX foram construídas estradas que fazem a ligação de Cascais a Sintra e a Oeiras. O Teatro Gil Vicente foi inaugurado em 1869, deu-se o início de transporte nas carreiras de vapor para Lisboa e o arranque do turismo com a oficialização de Costa do Sol em 1935.
  2. Chegada da Família Real Portuguesa a Cascais que transformou a vila numa estância balnear: Cascais ganhou o estatuto de praia da Corte em 1867 atribuído por Dona Maria Pia e renovado pelo Rei Dom Luís. Dom Carlos, apaixonado pelo estudo do mar, transformou Cascais num grande laboratório de investigação científica nesta área específica, e lançou doze campanhas entre 1896 e 1907 e onde estabeleceu o primeiro laboratório de biologia marítima em Portugal. Com a instalação da Família Real Portuguesa, Cascais desenvolveu a chamada arquitetura de veraneio, uma mistura de estilos arquitetónicos que ainda hoje é possível observar através vários exemplos, nomeadamente o palácio dos Duques de Palmela em estilo inglês, o palácio do Duque de Loulé em estilo francês (atual Hotel Albatroz), a residência dos Herédias, que construíram um palácio à imagem dos chalet da Suíça, ou o palácio do banqueiro George O’Neil, edificado com uma mistura de estilo Manuelino e Gótico (atual Museu dos Condes de Castro Guimarães).
  3. Construção do caminho-de-ferro que permitiu estabelecer uma ligação entre Lisboa e Cascais: a Linha Ferroviária de Cascais começou a ser construída em Setembro de 1889 com a inauguração do troço entre Pedrouços e Cascais. O caminho-de-ferro evoluiu depois com o lançamento do troço entre Pedrouços e Alcântara-Mar em 1891 e o do Cais do Sodré em 1895.

Cascais e o Estoril têm sido locais de refúgio para refugiados nobres fugidos de perseguições desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Entre eles destacam-se as presenças de várias famílias reais europeias, nomeadamente Humberto II de Itália, o Conde de Barcelona, filho de Afonso XIII de Espanha, o Rei Carol da Roménia, o Regente Orti da Hungria ou oDuque de Windsor de Inglaterra.

O Movimento das Forças Armadas foi criado em Cascais numa reunião realizada no dia 5 de Março de 1974. Nesta reunião foi aprovado o manifesto “O Movimento das Forças Armadas e a Nação” que serviu de base para a revolta do dia 25 de Abril de 1974.

Origem do Nome Cascais

O nome Cascais tem duas possíveis origens, uma versão é o facto de significar o singular da palavra “cascal”, que significa aglomerado de casas, a segunda versão encontra-se relacionada com a presença de um almirante almorávida Kax Kax que usou a baía de Cascais como posto avançado.

Back to Top
error: